22 de out de 2009

Amamentar também é cultura!

Ao entrar em mais umas dessas salinhas de amamentação, para saciar a fome do meu pequeno mamífero, vejo atrás da porta, bordado em linhas de tricô, a lenda do Rio Mondego
(rio este que vejo todos os dias da janela de minha casa).


"Era uma vez uma princesa moura que vivia na Serra da Estrela.
Um dia, passou por ali um cavaleiro francês e viu a linda moura, Diego era o seu nome, casou com ela e foram muito felizes.
O rei do seu país mandou - o chamar para com
bater os inimigos que estavam a atacar o seu país. Diego abandonou o castelo da Serra da Estrela, cavalgando, cavalgando…Sozinha, a princesa chorava e chamava:- Mon Diego!.. Mon Diego!...E tanto chorou, a chamar pelo seu cavaleiro, que as lágrimas formaram um rio a deslizar pela serra enquanto o eco da sua voz se espalhava pelo ar:Mon Diego!... Mon Diego!...Com o tempo, as palavras da princesa perderam-se no vento ao passar em Coimbra, no Choupal, as águas do rio gemem imitando as lágrimas da princesa: Mondego! Glu… Glu… Glu… "