27 de fev de 2010

la vai a bola...

filho,
ontem foi uma noite de frio e chuva. Eu e seu pai passamos bons
momentos olhando suas fotos!
Fico impressionada como o tempo passa rápido, como você cresceu e nos alegra, a cada dia, com seu sorriso, suas descobertas, suas gracinhas...como passamos tanto anos sem você?
É lindo ver seu crescimento, ver sua forma de se expressar e se colocar nesse mundo!

Você adora leite, ama banana, come legumes e verduras com a maior
felicidade...pão é seu ponto franco: se fosse por vc, comia o tempo todo!
Ultimamente agua não é uma grande aliada, mas ai descobrimos que na garrafa de agua que o papai leva para academia, vc bebe e muito!
Não gosta que peguem no seu cabelo. Beijo? só quando vc quer...Ao acordar sua brincadeira favorita é ler seus livrinhos e o preferido é um com desenhos de frutas e verduras, que vc aponta e reconhece a cada pedido para o delírio dos papai babões!!
Descobriu seu pinto e a cada fralda que tiramos, vc o puxa, estica, mas o mais engraçado é vê-lo puxar sua barriga redonda de bebe para tentar ver o dito!!

A-D-O-R-A bolas, nos ultimos 2 meses são suas companheiras inseparáveis inclusive nas fotos...

Pois é filho, cada dia que passa EU TE AMO infinitamente!!

19 de fev de 2010

Dicionário

Victor no auge dos seus 13 meses, começa a elaborar o seu vocabulário e eu vou tentando traduzir.

Teté - papai
Tatá - mamãe
aia - au au
qüe qüe # - quá quá (pato)

# Não sei como fazer essa onomatopeia sem trema rs rs

18 de fev de 2010

outros carnavais





Aqui em Coimbra não tem carnaval. O frio é o grande rei da ausência da folia!
No final de semana do carnaval, as crianças vestem suas fantasias e vão para rua. Não, não tem fanfarra, não tem trio elétrico, não tem caixa de som na rua. As crianças vão ao parque brincar, vão ao shopping, vão ao supermercado e onde mais os pais queiram leva-los!! E elas fazem a festa. Com as mais variadas fantasias, lá vão elas, felizes da vida, sem nem imaginar o que é um carnaval nos trópicos!!

Em uma cidade perto daqui, existe o "autêntico" carnaval português(?????).



Pela animação dos espectadores, fiz muito bem em não aparecer por lá!!
Agora, alguém pode me dizer como essas meninas conseguem sambar de biquini nesse frio??

12 de fev de 2010

cabeça, ombro, joellho e barriga (?)

Victor está em uma fase deliciosa!
Depois que começou a andar, está mais atento ao mundo que o rodeia. Quer subir e descer de tudo o tempo todo, presta atenção em qualquer tarefa que eu esteja fazendo. Entende praticamente tudo que eu falo com ele (apesar de relutar em entender o NÃO, pq será? rs rs), traz os objetos que peço, senta para "ler" seus livrinhos e todas essas coisas que faz nós mamães achar que o nosso bebê é o mais inteligente e esperto de todo o mundo (e, é né?).

Aprendeu as partes do corpo e mostra com propriedade o nariz, a boca, a cabeça, as mãos...mas o que ele gosta mesmo é de mostra a barriga, até ai lindo...mas ele gosta de mostra a barriga da mamãe e do papai...basta a gente dar um vacilo que ele levanta a nossa roupa e tasca um lambida na nossa barriga...

Mamãe deitada em baixo do edredon, nesse frio que não passa, vem Victor sem a menor cerimônia levanta o edredon, levanta a pijama quentinha da mamãe e deita na barriga feliz da vida!!

O que será que faz da barriga essa parte do corpo tão desejada?!Acho que é para lembrar da época que ele morava dentro dela ;)

3 de fev de 2010

do virtual para o real

Durante a gravidez fuçava tudo e um pouco mais na internet. Nessa época descobri os blogs das mamães, sites sobre bebês, comunidades no Orkut,etc. E foi no orkut que conheci Sther. Assim como eu, era mamãe de primeira viagem, longe da família e morando aqui em Portugal. Trocamos msn e conversamos muito sobre nossos anseios, plano de parto, conforto e desconforto da gravidez!

Nossos pequenos nasceram com 14 minutos de diferença. E assim, continuamos nosso papo pela internet durante 1 ano. Eis que finalmente, esse final de semana, nos conhecemos pessoalmente e nossos filhos puderam brincar juntos.
Foi uma tarde maravilhosa, com direito a almocinho de comida brasileira, passeio no Oceanário e papos sobre bebês (oh oh oh!!!).

Pena que moramos em cidades diferentes. Mas acho que agora depois do contato "real" será mais fácil termos outros encontros!!