24 de mar de 2010

De noite!

Depois da gripe (que já foi embora, ufa!), meu menino voltou a sorrir,
a fazer bagunça, a dormir e a comer (ainda bem!!). Porém, a mamãe aqui, ainda erra na temperatura. Eu explico!
Finalmente, o inverno se foi e a primavera começa a dar sinais de que
vai chegar, a temperatura subiu, a noite tá em média 16 a 18 graus, eu como boa baiana, continuo morrendo de frio e dormindo de edredon. E na
primeira noite dessa "subida" esqueci que meu filhote é nascido no inverno europeu e acostumadérrimo com o frio.
Faço tudo como antes na hora de dormi, pijama quentinho e tal...crente que estou super certa, afinal 16 graus é um gelo!! e ...claro, Victor acorda na
madruga suado feito cuscuz e aos berros...!!
Sendo mãe e aprendendo :)

18 de mar de 2010

Aaatchim!!

Victor está passando pela sua primeira gripe.
Eu sabia que isso poderia acontecer mais cedo ou mais tarde, ja tinha toda a teoria na "ponta da língua", mas vê-lo molinho quase sem conseguir abrir os olhos, com febre, com tosse, com dificuldade na respiração me deixou bem abatida.

Tenho tido todos os cuidados, feito tudo como manda o figurino para que tudo isso passe logo e que ele volte a "pintar o sete"!!

Momento fofura: Ele pega a fraldinha para limpara o nariz...o dele, o meu e de qualquer pessoa que vacilar rs rs

11 de mar de 2010

pequeno detalhe!

Bem, que a bagunça tem se tornado presente em TODA a casa, já estamos bem cientes!
Aquela bagunça saudável de quem tem criança em casa e deixa que ela explore (com segurança, obviamente) os cantos da casa.

Então, temos garrafões de água separados para irem aos “eco pontos” (lixo reciclado) que antes da ida definitiva passeiam pela sala, pelo quarto, pelo banheiro. Basta um segundo de vacilo e lá vai o rolo de papel higiênico ser energeticamente desenrolado. Qualquer objeto que ele não quer ver a cara ele corre para joga no lixo (socorrooooooooo!!) e assim vamos seguindo.

Toda mãe “tá careca de saber” que muito silêncio é sinal de que tem um bebê aprontando em algum lugar. E o silêncio ja durava quase um minuto, mas eu pus em xeque essa máxima e pensei que ele tivesse no quarto dele (e não tem NADA que possa fazer, gavetas com trava, fraldas no alto, perfume tb...).

Só esqueci esse “pequeno” detalhe inofensivo....